Luz, som, câmera: SEGUNDA TEMPORADA

Oi, pessoal! Larissa aqui! Tudo bem? Finalmente desenterrando né? 😉

Como vocês que nos acompanham já devem saber, nos últimos dois finais de semana, nós sacrificamos o nosso descanso pra fazer a segunda temporada de Dona Moça acontecer. É um misto de emoções isso de filmar de uma vez, e vou tentar resumir aqui nesse post.

A verdade é que, inicialmente, eu queria falar sobre as coisas que aconteceram no set. Sabe, fazer um resumo dos melhores momentos, dos comentários engraçados, tentar passar pra vocês como foi estar lá. Só que aí eu pensei melhor e percebi que, não importava o que eu contasse e o quanto eu condensasse cinco dias de gravações em um post, eu jamais conseguiria realmente passar essa sensação só descrevendo os fatos. Que inferno, quem liga pros erros, pras piadas e pras coisas que vocês vão ver nos bloopers ou pegaram no snapchat? O que realmente interessa é uma coisa muito mais profunda e muito mais difícil: os sentimentos. E como eu adoro um desafio, aqui estou.

É uma coisa louca criar uma série. Eu já disse isso umas vinte mil vezes em sessenta meios diferentes, mas continuo repetindo porque é a mais pura verdade. É insano. Eu trabalho com criação há anos – sou escritora desde que consigo me lembrar – e mesmo já tendo publicado cinco livros, nenhuma experiência foi tão insana quanto essa.

12091390_716243418505633_6877218182319802751_o

 

Imagine que você adotou um cachorrinho. É um cachorrinho fofo e mega especial e inteligente, e você ensinou alguns truques pra ele e colocou na internet. Seu cachorrinho fez sucesso, e você sentiu que seria legal ensinar mais coisas legais pra ele, tanto pelo retorno quanto pelo fato de que é muito legal e muito gratificante ver seu cachorrinho todo serelepe fazendo as artimanhas dele. E aí você começa a pensar em novos truques e a treinar de novo, e fica se perguntando – será que é tão bom ou melhor do que os primeiros? Será que as pessoas que gostaram daqueles primeiros truques vão gostar desses também?

Então. Trazer a segunda temporada de Dona Moça à vida foi exatamente assim. No começo, éramos um bando de meninas sem experiência tentando a sorte. Deu certo. Agora, somos uma equipe um pouco mais calejada, que precisava descobrir uma maneira de continuar fazendo um trabalho incrível e, se possível, ainda melhor. É uma tremenda responsabilidade. E mesmo agora, depois que as gravações acabaram, nós continuamos com ela, Não dá pra não se preocupar com o que vocês vão achar quando assistirem, com os comentários, com as coisas que queremos passar. Não se trata de só filmar e beleza. É um trabalho que representa muito mais do que só um monte de palavras.

Mas talvez essa nem seja a pior parte. Talvez o pior mesmo sejam as despedidas.

12079167_1498981747062800_6316205944254600016_n

Já dizia aquela música sertaneja: “não aprendi a dizer adeus, mas tenho que aceitar”. Esse é o meu modus operantis e não é muito diferente pras outras meninas. Tive a impressão de que tudo o que aconteceu até agora foi um período de gestação, e que as gravações foram o parto. Tirei de mim 35 episódios, seis personagens e incontáveis cenas memoráveis, e agora estou me sentindo vazia por dentro. Havia um espaço antes preenchido pela expectativa desses momentos que agora não está mais ali, e isso dói. Porque mesmo que eu ainda tenha mais de vinte episódios pra editar e que a experiência de Dona Moça ainda vá continuar pra mim (e pra vocês) por mais muitos meses, eu nunca mais vou poder ver a Aline incorporando a Aurélia, ou o Daniel entrando no modo Fernando, ou a Silvia espontaneamente sendo a Fifi. Eu nunca vou poder reviver aquelas piadas internas e aqueles olhares cúmplices, nunca mais vou ter de novo a experiência de ter sido parte daquele set. E isso é uma despedida muito difícil de engolir.

Então estamos aqui, depois dos muitos gritos de SOM, LUZ, CÂMERA, AÇÃO. Acabou – uma fase, pelo menos. Uma fase longa, trabalhosa, e que valeu cada segundo. E se eu pudesse voltar no tempo… ah, eu faria tudo de novo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s